Atualidade

24 Maio 2021

Estudo avalia o impacto dos parâmetros morfológicos e hemodinâmicos do sistema venoso no risco de recidiva após tratamento de veias varicosas

A introdução de métodos endovenosos menos invasivos, incluindo laser ou ablação térmica por radiofrequência, bem como ablação química com adesivos de cianoacrilato ou escleroterapia com espuma à base de detergente, criou uma elevada expectativa em relação à sua eficácia no tratamento da doença venosa crónica (DVC). Embora todos os ensaios clínicos relativos a estes tratamentos para a DVC tenham resultados a curto prazo animadores, a grande maioria não correspondeu às expectativas quando as doentes estiveram sob seguimento a longo prazo ou quando aplicados na vida real.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.