Opinião

03 Janeiro 2022

“Então dona Ana? Continua com as pernas cansadas?”

A médica interna de Medicina Geral e Familiar (MGF) na USF Ponte, ACeS Alto Ave, Flávia Ferreira, fala sobre a abordagem e gestão nos Cuidados de Saúde Primários da Doença Venosa Crónica. Deixa a nota que na prática diária, enquanto médicos de MGF, é “essencial” ter “não só conhecimento profundo da fisiopatologia da DVC, mas também um papel proativo na procura dos primeiros sinais e sintomas.”

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.